Logo-Instituto-Costa-Souza

Refrigerantes são maléficos para a saúde?

Últimos posts

Estudos comprovam que a ingestão do refrigerante traz diversos malefícios à saúde humana, devendo ser evitado ao máximo o seu consumo. Dentre os problemas que ele pode ocasionar, destacam-se: hipertensão (devido ao excesso de açúcar e sódio), problemas dentários, câncer e obesidade. Além disso, devido à substâncias contidas na composição, os refrigerantes podem gerar dependência.

A maior parte dos refrigerantes é feito a partir de ácido fosfórico, xarope de milho e potássio, que são substâncias que podem levar a vários problemas de saúde.

  1. Diabetes e aumento de peso
    Apenas uma lata de refrigerante contém cerca de 10 colheres de sopa de açúcar, o que aumenta bastante os níveis de açúcar no sangue e diminuem a ação da insulina no organismo. Assim, se ingeridos regularmente, os refrigerante podem levar ao desenvolvimento de diabetes.

Além disso, quando os níveis de açúcar no sangue sobem muito rápido, como após beber uma lata de refrigerante, é normal sentir mais fome, o que leva a um aumento de peso exagerado.

  1. Enfraquecimento dos ossos e dentes
    A maioria dos refrigerantes contém uma elevada quantidade de ácido fosfórico que impede o corpo de absorver o cálcio necessário para fortalecer os ossos. Dessa forma, pessoas que bebem refrigerantes regularmente podem desenvolver problemas como cáries ou osteoporose.

Este ácido fosfórico também dificulta o trabalho do estômago para produzir ácido gástrico, atrasando o processo de digestão e a absorção de nutrientes.

  1. Pedras nos rins
    Devido à acidez dos refrigerantes, o corpo precisa usar o cálcio, que seria utilizado nos ossos, para facilitar a digestão e equilibrar o pH.

Dessa forma, os rins precisam eliminar o cálcio utilizado nesse processo, o que aumenta o risco de formação de pedras nos rins, devido ao acúmulo de cálcio no seu interior.

  1. Aumento da pressão arterial
    Os refrigerantes podem levar a um aumento gradual da pressão arterial, especialmente devido as suas elevadas quantidades de sódio e de cafeína.

Além disso, vários estudos indicam que o consumo excessivo de frutose, que é o açúcar presente nos refrigerantes, também é uma das principais causas de pressão alta.

  1. Câncer do sistema digestivo
    Além das substâncias químicas potencialmente cancerígenas do refrigerante, como o aspartame, estas bebidas contêm um pH muito ácido, semelhante ao do vinagre, que é disfarçado pela elevada quantidade de açúcar.

O único órgão do corpo humano capaz de aguentar esse tipo de acidez é o estômago e, por isso, todos os outros órgãos, como a boca, o esôfago ou o intestino, que entram em contato com este tipo de acidez podem, ao longo do tempo, desenvolver tumores devido às alterações provocadas nas suas células.

Já nas crianças, o refrigerante pois pode dificultar o desenvolvimento físico e mental, assim como facilitar o aparecimento de doenças como a obesidade e a diabetes.

Sabia disso?
Compartilhe com seus amigos que TOMAM muito refrigerante!

Curtiu? Compartilhe com seus amigos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram